Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. + sobre cookies

Lema e Bom Dia!

Bom dia!

dia 01:

Esta Semana: PREPARA-TE!

“Prepara-te para morrer e segue-me’, nós estremecíamos, mas de facto no seguimento de Jesus é isso que acontece: ‘Prepara-te, toma a tua cruz todos os dias, e segue-me’ e, para isso, muitas vezes, temos de morrer por dentro. Nesse sentido só pode ser um recomeço. Sentir a cada dia o apelo a ir mais longe, a baixar mais as defesas, a estar menos nos nossos obstáculos, na autorreferencialidade que muitas vezes nos enclaustra, e deixar-se ir atrás do Senhor. Há recomeços que têm uma grandeza diferente. Os recomeços devem começar por dentro.

(adaptado)

Cardeal D. Tolentino Mendonça
Este Mês: ESTÁ ATENTO!

Há um frio instalado dentro das pessoas. Que não está relacionado com o inverno que chega. É um frio triste e conformado. Faz frio dentro das pessoas e o que o mundo dá não chega para as aquecer. A realidade não é quente o suficiente para superar esse frio que já se fez casa em nós. Há um nevoeiro instalado dentro das pessoas. Não está relacionado com a estação do ano, é um nevoeiro que incapacita, não deixa ver e não deixa chegar.

O problema é que quando está muito nevoeiro e faz muito frio, as mãos começam a doer e os dias respiram pior.

É isso que nos está a acontecer sem darmos conta.

Estamos a ficar sem calor. Daquele calor que tem a voz dos abraços e que faz ganhar raízes nas coisas boas. Estamos a ficar sem chama, daquela chama que faz arder vontades e sonhos e que nos faz ser capazes de tudo. Estamos a ficar cegos. Olhamos para as notícias, para as redes sociais com um entusiasmo passageiro e um interesse supérfluo. Tiramos imensas fotografias, mas já não olhamos nos olhos de ninguém. Estamos sempre em contacto e estamos submersos numa solidão disfarçada de companhia.

Estamos a ficar sem ar. Daquele ar que traz o fresco da manhã, das paisagens abertas, dos sorrisos cúmplices num encontro ao final da tarde. Estamos a ficar longe. Daquele longe que não nos deixa reparar nas pessoas que caminham connosco todos os dias.

Talvez seja tempo de calar este frio que vem de dentro. De saltar do sofá para a rua. De passar da mensagem de texto às mãos dadas.

Não vamos estar preparados para ver tudo o que vamos encontrar se estivermos dispostos a olhar à volta. Mas vamos aprender. E quando abrirmos os olhos e os braços vamos encontrar pessoas que precisam do que nem sabíamos que tínhamos para dar. Há pessoas à nossa espera nos lugares por onde passamos todos os dias. Há lugares dentro das pessoas que estão à nossa espera todos os dias. É preciso não ficar distraído. O mundo pode ter lugares maravilhosos, mas os que existem dentro de alguém são os mais inacreditáveis e preciosos. É preciso não esperar pelo futuro e arregaçar as mangas ao coração. O inverno está a caminho, mas já chega deste frio. Abre os olhos e… vê!

 

Com o coração nas mãos (adaptado)

Marta Arrais & Emanuel António Dias
Lema do Colégio: LEMA DO ANO